Notícias
08 de novembro de 2018

Ripio é escolhida como uma das top 100 fintechs do ano pela KPMG

De acordo com o relatório Fintech100, divulgado recentemente pela KPMG, uma das maiores empresas de auditoria e consultoria do mundo, a Ripio, carteira digital mobile para serviços financeiros, ficou entre as 100 melhores e mais inovadoras fintechs do mundo, sendo a empresa de criptomoedas com atuação no Brasil mais bem colocada.

Entre as fintechs nacionais, outro grande destaque foi o Nubank, que ficou na sétima posição geral. O estudo foi dividido em duas partes. As 50 primeiras empresas foram escolhidas com base em inovação, rodadas de financiamento, tamanho, área de atuação e poder de influência. A segunda parte apresenta 50 startups emergentes, que estão na vanguarda de tecnologias de inovação e em busca de novos modelos de negócios propostos ou adotados. Em primeiro lugar geral está a startup Ant Financial, braço de inovação da gigante Alibaba e que vem desenvolvendo diversos serviços em blockchain.

“Ficamos todos muito felizes em ter a Ripio entre as 100 melhores fintechs do mundo. Desde que foi fundada, a nossa missão sempre foi usar inovação e tecnologia para tornar serviços financeiros mais acessíveis e esse reconhecimento nos mostra que estamos no caminho certo”, afirma o Country Manager da Ripio, Fernando Bresslau.

Outra novidade da semana é que Bresslau foi convidado para fazer parte do Comitê Gestor da ABCripto (Associação Brasileira de Criptoeconomia). A entidade, recém-criada no mercado, tem como objetivo unificar as discussões sobre blockchain e criptoeconomia no Brasil.

Formado pela Universidade de São Paulo em Engenharia Naval, Bresslau tem experiência em tecnologia, operações e gestão de portfólio, tendo se especializado em Venture Capital, startups e criptomoedas. “É uma honra ser convidado para participar do comitê da ABCripto, podendo participar mais ativamente das discussões de mercado que serão propostas”, comenta Bresslau.

“A Ripio também é membro da ABCB (Associação Brasileira de Criptomoedas e Blockchain) pois acreditamos que a criptoeconomia tem que se organizar e se unir para desencadear o potencial da blockchain no Brasil. Vemos as atuações das duas associações como fortemente complementares e queremos contribuir ao máximo com ambas”, finaliza.

Com mais de 220 mil usuários e atuação na Argentina, Brasil, Chile e México, a Ripio tem como objetivo democratizar o acesso à economia digital na América Latina. Por meio dos serviços oferecidos, é possível comprar e vender Bitcoins de maneira simples, intuitiva e com total segurança. A empresa também foi considerada uma das fintechs mais inovadoras do ano 2017 pela Interbrand.

Fonte: Ripio é escolhida como uma das top 100 fintechs do ano pela KPMG