Recomendações
13 de junho de 2018

Bitcoin é grande. FedCoin será ainda maior!

Por Ramiro Silva Jr – 13/06/2018

Ramiro Silva Jr é Trader e Analista de ICO´s na CrytoTrader.

 

O Sistema de Reserva Federal dos Estados Unidos, Fed, é o órgão regulador norte americano, responsável pela impressão e circulação do dólar. Tem a mesma função que o nosso Banco Central, porém, diferente do que ocorre aqui, é uma empresa privada. Segundo o site usinflationcalculator.com o dólar americano vem perdendo valor desde 1913, chegando a incríveis 2.736% de desvalorização em 2017. Países como China e Rússia trabalham incessantemente para derrubar a hegemonia da moeda americana e desde 2009 tem a ajuda do Bitcoin nesta empreitada.

Pensando nisso o Fed recorre a máxima popular: Se não pode com ele, junte-se a ele. Neste cenário está sendo criada a FedCoin, uma criptomoeda baseada em Blockchain que intenciona substituir o atual dólar de papel-moeda.

Ao longo dos séculos o homem criou várias maneiras de comercializar seus produtos, iniciou-se com o escambo, depois o ouro até chegarmos no sistema atual de papel moeda, conhecido como FIAT. Este sistema ainda perpetua apesar de sua propensão inflacionária, pois todos os governos, através de suas agências reguladoras, simplesmente imprimem mais dinheiro sem lastro algum, sem aumento de reservas daquele país ou ainda sem aumento da capacidade produtiva daquela nação. Com o dólar americano não foi diferente e todos reconhecem que ele caminha para o desaparecimento, como já ocorreu com outras fiat que não existem mais.

Indo na contra-mão do WhitePaper de Satoshi Nakamoto, o FED pretende criar uma moeda distribuida, mas não descentralizada. Ao contrario do Bitcoin que tem como caracteristica ter suas transações validadas por usuários com grande capacidade computacional, os nós de rede, estes são descentralizados, ao contrário da  FedCoin, que terá estas validações de nós centralizadas e controladas por bancos centrais e entidades comercias. Neste molde a FedCoin será muito conveniente para os bancos do mundo inteiro. Será a união do útil (blockchain) ao agradável (centralizada). Isso na visão dos banqueiros, é claro!

Veja a lista de vantagens para os governos:

  • Uma moeda popular, sem fronteiras, apoiada por governos locais.
  • Fim da evasão fiscal. Orgãos como a Receita Federal saberão exatamente quanto voce tem, como gasta e quanto ganha.
  • Controle total sobre a emissão de moedas na blockchain.
  • Fim das moedas falsas.

O maior problema enfrentado pelo Fedcoin será a mudança cultural, pois as pessoas que conhecem o Bitcoin e são favoráveis à ele e as demais criptomoedas são, em sua maioria, entusiastas da tecnologia e são contra projetos centralizados. Tentam justamente fugir do controle estatal. O sistema financeiro do planeta está condenado. Não resta dúvida. O dinheiro de papel será gradualmente substituído pelo dinheiro digital com base na tecnologia blockchain.

 

Na opinião do ganhador do Prêmio Nobel de Economia, Joseph Stiglitz ” Os Estados Unidos podem e devem migrar para uma moeda 100% digital e eliminar o dólar de papel”