Notícias
07 de dezembro de 2018

Bitcoin despenca novamente e atinge menor preço do ano; criptomoedas sofrem

Bitcoin atinge menor preço de 2018 e se aproxima dos US$ 3.000 (Foto: Shutterstock)

Após alguns dias lutando para se manter acima dos US$ 4.000, o Bitcoin volta a operar em forte queda e cai 11% nas últimas horas, fazendo a criptomoeda negociar próximo aos US$ 3.300. No Brasil, o BTC é negociado a R$ R$ 13.274 às 7:00.

Gráfico BTC/USD da Bitfinex 07/12

O preço do bitcoin atingiu uma nova baixa anual na madrugada desta sexta-feira (07), levando o mercado de criptoativos ainda mais para o vermelho. O patamar atual se equivale ao de setembro de 2017.

A queda já chega a -83% desde o topo histórico, atingido em dezembro de 2017. Em 2018, o acumulado negativo é de -75%. O mês passado registrou a maior desvalorização mensal dos últimos sete anos.

Alguns fatores podem ter desencadeado a continuação da queda. A Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) adiou a decisão sobre a última proposta de ETF de Bitcoin da VanEck, – a proposta mais aguardada – para fevereiro de 2019.

Além disso, a ascensão do Bitcoin SV – a única criptomoeda operando em alta nas últimas horas – que ultrapassou o valor de mercado do Bitcoin Cash, é especulado de ter impulsionado a queda dos mercados, assim como foi durante o hard fork do BCH, que desencadeou em uma “guerra” e uma incerteza para os investidores.

O analista da Bloomberg Mike McGlone previu que os US$ 1.500 não estariam fora de cogitação para o preço do bitcoin.

Um outro dado a se levar em consideração é que as apostas na queda do preço do Bitcoin no mercado futuro atingiram uma nova alta das últimas seis semanas.

O sentimento pessimista em torno dos preços do bitcoin fez com que o número de shorts (operações vendidas) voltasse a subir.

As posições vendidas do par BTC/USD na exchange de criptomoedas Bitfinex saltaram para 37.891 – o nível mais alto desde 15 de outubro. Notavelmente, os shorts aumentaram em 95% nas últimas três semanas, acompanhando a queda recente do BTC.

Além disso, a relação longs-shorts de 0,73 é inclinada para os vendedores.

Queda generalizada

Acompanhando o movimento do Bitcoin, o mercado inteiro opera em forte queda nas últimas 24 horas. A exceção é o Bitcoin SV, originado no hard fork do Bitcoin Cash, que opera em alta de 21%.

Cotação das principais criptomoedas do mercado (Fonte: https://portaldobitcoin.com/cotacoes/)

O valor de mercado das criptomoedas agora se aproxima dos US$ 100 bilhões e acumula uma queda de 87% desde o topo histórico de US$ 830 bi, atingidos em janeiro.

O marketshare do BTC voltou a subir e atualmente encontra-se em 55%.

Infográfico com as maiores quedas do Bitcoin


BitcoinTrade

Baixe agora o aplicativo da melhor plataforma de criptomoedas do Brasil
Cadastre-se e confira todas as novidades da ferramenta, acesse: www.bitcointrade.com.br

Fonte: Bitcoin despenca novamente e atinge menor preço do ano; criptomoedas sofrem